quarta-feira, 11 de agosto de 2010

11 de agosto - Dia de Santa Clara de Assis

" Houve ainda um momento de surpresa.
Uma jovem estava disposta
A abandonar sua riqueza.
Aceitaria a missão
De anunciar o evangelho
E o luto da paixão!


Esta menina já tinha ouvido falar
de Francisco e sua nova família.
Era uma pessoa que amava as coisas da vida,
Uma pessoa de alma rara.
Se São Francisco é o irmão sol
A irmã lua é Santa Clara! "

Trecho da peça "Chiquinho", escrita e dirigida por Vinicius Baião


Santa Clara de Assis (em italiano, Santa Chiara d'Assisi) nascida como Chiara d'Offreducci em Assis (Itália), no dia 16 de Julho de 1194, e falecida em Assis, no dia 11 de Agosto de 1253, foi a fundadora do ramo feminino da Ordem Franciscana.
Segundo a tradição, o seu nome vem de uma inspiração dada à sua religiosa mãe, de que haveria de ter uma filha que iluminaria o mundo.
Pertencia a uma nobre família e era dotada de grande beleza. Destacou-se desde cedo pela sua caridade e respeito para com os pequenos, tanto que, ao deparar-se com a pobreza evangélica vivida por São Francisco de Assis, foi tomada pela irresistível tendência religiosa de segui-lo.
Enfrentando a oposição da família, que pretendia arranjar-lhe um casamento vantajoso, aos dezoito anos Clara abandonou o seu lar para seguir Jesus mais radicalmente. Para isto foi ao encontro de São Francisco de Assis na Porciúncula e fundou o ramo feminino da Ordem Franciscana, também conhecido por "Damas Pobres" ou Clarissas. Viveu na prática e no amor da mais estrita pobreza.
O seu primeiro milagre foi em vida, demonstrando a sua grande fé. Conta-se que uma das irmãs da sua congregação havia saído para pedir esmolas para os pobres que iam ao mosteiro. Como não conseguiu quase nada, voltou desanimada e foi consolada por Santa Clara que lhe disse: "Confia em Deus!". Quando a santa se afastou, a outra freira foi pegar no embrulho que trouxera e não conseguiu levantá-lo, pois tudo havia se multiplicado. Noutra ocasião, aquando da invasão de Assis pelos sarracenos, Santa Clara apanhou o cálice com hóstias consagradas e enfrentou o chefe deles, dizendo que Jesus Cristo era mais forte que eles. Os agressores, tomados de repente por inexplicável pânico, fugiram.

3 comentários:

vinicius baião disse...

Que tal contarmos a história de Clara?

Anônimo disse...

Ah, até que seria uma boa, Vini. Mas acho que se não fizermos aquela outra pessoinha da Idade Média antes a galera mata você!!! rsrsrs Léo

Anônimo disse...

Olá Boa tarde! Sou Júnior sou professor e colaboro com um coral o grupo Santa Clara do municipio de Canindé Ceara e estamos montando uma peça "Clara - Luz do mundo " Resultado da pesquisa do grupo. Todo Ano no novenário de Santa Clara apresentamos o transito de Santa Clara- momento da sua morte. Tenho varias fotos e gostaria de ter o vosso contato para futuras ideias. E- mail jrfelix.felix@gmail.com